Buscar
  • Camila Santiago

Pulseira de identificação - Sim ou com certeza?


Nunca tinha pensado a fundo nesse assunto, confesso até ter achado exagero em tantos outros momentos.

Nunca, até levar um grande susto.

Para nossa primeira grande viagem com as crianças não nos preparamos nesse sentido.

Achamos que estar atento seria suficiente.

Grande e inocente engano.

Estávamos nós, passeando no Coliseu, maravilhados com sua grandiosidade. Enlouquecidos em meio aos turistas que lá estavam, assim como nós, encantados e perdidos (no bom sentido da palavra: perdidos na história, na beleza).

Imersos nesse cenário paramos para tirar uma foto da família em um dos mirantes super concorridos.

Juntamos a família, eu segurando Benício pela mão, Rafa segurando o celular para tirar a foto, Aurora no sling junto comigo.

Solto a mão dele um minuto para arrumar Aurora, olho para baixo e: C-A-D-Ê?

Meu reflexo foi começar a gritar pelo nome dele, sair andando desesperada.

Rafa, mais calmo e otimista me segurou pelo ombro e me pediu calma. Pediu que ficasse ali, sem gritar, com medo de nossos gritos refletirem no distanciamento ainda maior dele.

Ele podia pensar que era brincadeira, ou qualquer coisa do tipo.

Alí, paralisada, fiquei... Desesperada...

Rafa foi atrás, assoviando o "código deles" - geralmente ele assovia e o Benício responde.

Eu só pensava que ele, com 3 anos, ali em país distante não conseguiria dividir com ninguém qualquer um de nossos contatos.

Com ele, nenhuma referência física de como nos encontrar.

Havíamos apostado somente em roupas coloridas, marcantes que chamassem a atenção de longe e na ideia de tirar uma foto da criança no inicio do dia (para mostrar para segurança no caso de eventual problema).

Tapa na cara de realidade.

Sim, é preciso pensar sobre o assunto.

Não, não é exagero.

Sim, crianças são extremamente rápidas, ainda que você esteja focado nelas o tempo todo.

Ele voltou cerca de 5 minutos depois, cantarolando como se nada tivesse acontecido. :o

Então, para minimizar riscos, manter uma identificação nas crianças é, além de muito simples muito essencial.

Existem diversas opções, sendo importante em todas elas informar dados pessoais como nome da criança, do responsável, nacionalidade, telefone para contato incluindo o código internacional, além de informações de sua hospedagem no local:

- PULSEIRAS IMPERMEÁVEIS COM LACRE - Essa é uma opção com uma grande diversidade de cores e tipos. As crianças tendem a ficar incomodadas no começo, mas depois de um tempo eles entendem a necessidade daquele item

- ESCREVER A CANETA MESMO, DIRETAMENTE NA PELE - Atentar-se ao tipo de caneta, para previnir possíveis alergias e manifestações indesejadas na pele das crianças ou ainda que saia da pele com muita facilidade

- ETIQUETA PARA ROUPA - Dá para imprimir em casa mesmo, usando opções de etiquetas adesivas Glossy que fixam bem na roupa

- ETIQUETA/TATUAGEM DE IDENTIFICAÇÃO APLICADA DIRETAMENTE NA PELE - Existem alguns fornecedores aqui no Brasil, além de opções disponíveis em outros países como as etiquetas da SafetyTat (http://safetytat.com/) - no Elo7 você encontra boas opções nacionais

Para os maiorzinhos, vale ensinar com quem e o que eles devem falar no caso de eventual necessidade, como mostrar o item de identificação.

Cada detalhe importa!


31 visualizações

Siga nossa turma:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Instagram Icon

Criançando

Criançando

Família Torres

Família Prazeres

Benício
Sophia
Aurora
Benício
Sophia
Aurora
Benício
Sophia
Aurora