Buscar
  • Camila Santiago

Jardin de Monet à Giverny - Um lugar para ser feliz!


Sempre fui apaixonada pelo impressionismo, as pinceladas soltas, as luzes, as sombras, a natureza...
Lembro como se fosse hoje, do dia que aprendi sobre o movimento e seu início no cenário francês do século XIX.
Lembro como se fosse hoje, da primeira vez que olhei para uma obra de Monet e compreendi o motivo que fazia dele, um dos maiores artistas da pintura impressionista da época.
Claude Monet sonhou e viveu durante 43 anos em sua casa em Giverny (1883 a 1926), onde construiu um verdadeiro refúgio repleto de flores, contrastes e cores.
Como um grande apaixonado por jardinagem, foi capaz não só de traduzir tamanha beleza em incríveis telas, mas capaz de cultivar tudo aquilo como o cenário que desejava pintar.
Uma obra de arte viva, pulsante, perfumada e belíssima!
Visitar Giverny é mergulhar um pouquinho na atmosfera da época e curtir a energia de tamanha fonte de inspiração.
Giverny fica a uma distância aproximada de 80km de Paris e a casa e os jardins estão diariamente abertos para visitação entre o final de março e o início de novembro.
Nós visitamos os jardins durante o outono e a beleza era estonteante, de qualquer forma, acredito que no auge da primavera a beleza seja algo ainda mais inacreditável.
O jardim floresce durante todos os meses de funcionamento, no site da fundação é possível visualizar o calendário das flores: http://fondation-monet.com/wp-content/uploads/2015/04/Calendar-of-flowering-web1.pdf.
Preferimos sempre comprar ingressos de forma antecipada, assim conseguimos deixar o roteiro detalhado, elaborado e evitamos perder tempo em possíveis filas, o que foi ótimo pois a fila de entrada era considerável.
Ao entrar na fundação, é possível escolher visitar primeiramente o jardim ou a casa... Nós preferimos ver a obra pulsar antes de entrar na casa do grande artista pois achamos que assim, seria possível entrar alí sentindo mais claramente a energia que nos rodeava, assim passamos por todo o jardim (LE CLOS NORMAND) que fica em frente à casa, admirando cada cantinho, até chegar na passagem subterrânea que nos levou até o Jardim das Águas.
O lago, as canoas, as pontes, as tão famosas ninfeias, é tudo tão absolutamente lindo que não consigo traduzir em palavras e tampouco as fotos são capazes de captar com fidelidade.
A casa é igualmente bela, com seus corredores, cômodos, retratos, ateliê e acervo de pinturas de colegas do artista como Cézanne, Renoir, Signac e Caillebotte.
Eu particularmente fiquei apaixonada pela cozinha com os azulejos azuis, o enorme fogão, os fornos, os utensílios devidamente posicionados...
Um salto no tempo...
Se você possui tempo para desfrutar desse lugar maravilhoso, faça isso sem pressa.
Caminhe pelas alamedas, sinta o perfume das flores...
Relaxe em um dos bancos...
Admire o lago na ponte japonesa...
Ao terminar o passeio, no meio de tanto encanto, torna-se inevitável visitar a lojinha de souvenirs de lá e aproveitar uma das melhores partes da visita: caminhar até o centro de Giverny em meio as ruas e vielas floridas, parar em algum restaurante ou café e se deliciar com as maravilhas produzidas pela região.

Se posso dizer algo sobre Giverny é: Vá! Visite! Conheça! Entregue-se a contemplação!

DICAS, DICAS, DICAS...

Chegar em Giverny é fácil e possível através de carro, ônibus ou trem.
Os melhores meios de transporte são:
- VEÍCULO DE PASSEIO – A estrada é muito bem sinalizada e durante todo o trajeto é possível enxergar as placas que te levarão a Giverny, além disso o Waze te leva no lugar certinho! O trajeto leva em torno de 01 hora e o lado positivo de ir de carro é a possiblidade de visitar outras cidades pelo caminho ou até mesmo aproveitar um dos muitos outlets que são encontrados no decorrer da estrada! Dá para fazer Giverny + Versailles no mesmo dia, mas não aconselho, pois acaba ficando super corrido. Sempre utilizamos a Rent Cars para realizar a locação de veículos de passeio em outros países, garantia de melhor preço e bom atendimento (http://www.rentcars.com/).
- TRANSPORTE PÚBLICO – O trem parte da estação Gare Saint Lazare em Paris e você deve descer na estação Vernon (o destino final da linha é Rouen). O trajeto leva em torno de 45 minutos e a passagem custa cerca de € 14,70 em cada sentido – aconselho a compra das passagens através do site http://www.voyages-sncf.com/ para minimizar o risco de filas ou dificuldade com a máquina do auto-serviço, a passagem tem validade de 2 meses a partir da compra. Ao descer na estação basta seguir as placas que indicam o shuttle para Giverny que sai a cada 15 minutos. O shuttle custa em torno de 9,50 € ida e volta pagos diretamente para o motorista (fique atento aos horários de retorno – confirme no local do embarque).

Ahhhh! Antes de subir no trem, valide o seu bilhete inserindo a passagem no aparelho que fica na entrada da plataforma. Sem a validação você fica sujeito a multa se parado por um fiscal.

- ÔNIBUS DE TURISMO – Diversas agências de turismo locais operam esse trajeto com tarifas mais elevadas do que as encontradas para as opções anteriores. De qualquer forma, é confortável e te permite ir despreocupado para o local, uma vez que descerá a uma distância de 5 minutos da porta da fundação e não precisará se preocupar com estradas.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

ENDEREÇO: 84 rue Claude Monet 27620 Giverny
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Diariamente entre 24 de março e 01 de novembro das 09h30 às 18h com última entrada às 17h30;
INGRESSOS: 9,50 € para dultos, 5,50 € para crianças a partir de 7 anos e estudantes, sendo crianças menores de 7 anos com acesso gratuito - Podem ser adquiridos no site http://giverny.org ou diretamente no local. Não aconselhamos a compra no local, uma vez que a fila de entrada por ser considerável.

OUTRAS INFORMAÇÕES: A entrada com carrinho de bebê é autorizada e super possível - o acesso ao jardim das águas conta com uma escada, mas com ajuda de um dos funcionários do local, ou algum visitante é super possível.


97 visualizações

Siga nossa turma:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Instagram Icon

Criançando

Criançando

Família Torres

Família Prazeres

Benício
Sophia
Aurora
Benício
Sophia
Aurora
Benício
Sophia
Aurora